Antena Livre
Deseja receber notificações?
CIMT
PUB

#Jogo Problemático e Serviços de Apoio em Portugal

10/11/2023 às 14:50

Embora o jogo possa ser uma forma de entretenimento, é importante reconhecer os perigos que esta atividade acarreta para a sociedade. Em Portugal, mais de 55% da população admite problemas com jogos de azar. Para combater estes problemas, existem vários mecanismos e organismos criados pelo Estado que providenciam suporte ou permitem aos apostadores autoexcluírem-se das plataformas de jogo online.

Neste artigo, vamos conhecer a prevalência do jogo abusivo em Portugal, quais os recursos à disposição dos jogadores portugueses para combater o vício no jogo, assim como práticas a ter em conta para evitar eventuais problemas com esta atividade.

O Jogo Problemático em Portugal

De acordo com um inquérito realizado pelo Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD), a prevalência dos jogos a dinheiro em 2022 foi de 55,6%, um número superior em 7,6% aos dados do inquérito anterior, realizado em 2017. Ainda assim, os números ficaram aquém dos mais altos—em 2012, 65,7% dos inquiridos admitiam problemas com o jogo.

Este estudo analisou 12.000 pessoas com idades compreendidas entre os 15 e os 74 anos. Nos dados analisados, revelou-se que, embora apenas 6,9% dos inquiridos tenham problemas com o jogo online, 19,8% da população adulta admitiu ser dependente com os jogos online, onde não se incluem apenas jogos de casino, como os encontrados nos melhores casinos analisados pelo casinorix-pt.com.

Em 2017, apenas dois anos depois da legalização do jogo online, 135 jogadores foram admitidos no Serviço Nacional de Saúde devido a problemas com o jogo.

A Regulação dos Jogos Online em Portugal

Em Portugal, os jogos online são legais desde 2015. No entanto, as plataformas licenciadas em Portugal oferecem serviços restritos em comparação a plataformas de jogo internacionais, licenciadas noutras jurisdições. Em parte, a restrição de alguns dos serviços oferecidos por estas outras plataformas, deve-se à falta de legislação para os produtos em questão (veja-se, por exemplo, os pagamentos com criptomoedas) ou a incompatibilidades com a lei do jogo portuguesa.

Entre outras coisas, os casinos online portugueses não podem, por exemplo, disponibilizar jogos de casino ao vivo. Isto faz com que alguns jogadores prefiram jogar noutras plataformas, uma vez que não é ilegal um jogador português jogar num casino licenciado noutro país. No entanto, desse modo, os jogadores perdem acesso a alguns dos mecanismos impostos às plataformas portuguesas que salvaguardam os jogadores, como o serviço de autoexclusão.

Serviços de Apoio a Pessoas com Problemas de Jogo

Além do serviço de autoexclusão, que está obrigatoriamente presente em todos os casinos e casas de aposta nacionais, existem outros serviços de apoio aos jogadores portugueses que possam ter problemas com o jogo. Claro que, em primeiro lugar, é sempre recomendado que os jogadores pratiquem um estilo de, contudo, quando isso falha, existem organizações preparadas para lidar com problemas derivados da ludomania.

Os jogadores que possam ter problemas com o jogo podem recorrer aos seguintes serviços:

·Linha Vida

·Divisões de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências

·Jogadores Anónimos

·Famílias em Ação

A maior parte destes serviços está disponível de forma regional. Alguns também disponibilizam ajuda online.

Melhores Práticas para Evitar Possíveis Problemas com o Jogo

Antes de que seja necessário recorrer aos serviços de apoio, e mesmo antes sequer de começar a jogar online, é essencial saber qual a forma correta de jogar online. O jogo pode ser muito divertido, mas é sem dúvida uma atividade muito perigosa. Todos os jogadores devem estar conscientes dos riscos desta atividade e interiorizar a máxima “a casa ganha sempre”.

Eis alguns dos indícios de ludomania:

·Preocupação acrescida com jogos online e apostas.

·Apostas mais frequentes.

·Tentativa de recuperação das perdas.

·Empréstimos de dinheiro para jogar.

·Mentir quanto ao tempo passado a apostar online.

Então como é que se pode evitar isto? Existem várias estratégias de jogo responsável. Vejamos algumas:

·Definir limites – os jogadores devem planear quanto dinheiro vão gastar a jogar online antecipadamente. Uma vez chegados ao limite definido, os jogadores não o devem ultrapassar. Os limites também podem ser aplicados ao tempo passado a jogar.

·Planear e controlar – não deve jogar só porque sim. Faça um orçamento e veja se o jogo online se pode inserir nas suas despesas mensais. Controle a frequência com que joga e o seu histórico de apostas para se certificar de que não está a jogar demasiado.

·Jogar por diversão – é possível ganhar muito dinheiro a jogar online, mas o mais provável é que isso não aconteça. Deve jogar apenas pela diversão do ato em si e nunca como um investimento financeiro. Além disso, não deve tentar recuperar as suas perdas.

Caso sinta que já não consegue controlar o seu jogo online, não hesite em pedir ajuda. Existem vários serviços ao seu dispor.

 

Partilhar nas redes sociais:
Partilhar no X
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - fevereiro 2024
Jornal de Abrantes - fevereiro 2024
PUB