Antena Livre
Deseja receber notificações?
Município Abrantes
PUB

O que são pastilhas de freio e tipos de pastilhas de freio

14/03/2023 às 14:55

Durante um período de anos, as pastilhas de freio de um veículo desgastam-se lentamente, acabando por requerer a sua substituição. Isto leva todos os anos um número incalculável de consumidores a aventurarem-se na loja de auto peças mais próximas, em busca de pastilhas de freio de substituição.

Embora muitos pensassem que a questão de escolher um conjunto de pastilhas de freio para o seu veículo seria bastante simples, existem várias opções de produtos.

As pastilhas de freio vêm em várias composições diferentes de material, todas elas oferecendo as suas próprias desvantagens, bem como aplicações funcionais.

Continue a ler para saber mais sobre os diferentes tipos de pastilhas de freio que estão actualmente disponíveis e qual o melhor material de pastilhas para o seu estilo particular de condução.

Talvez as pastilhas de travão mais frequentemente encontradas, modelos semi-metálicos consistem entre 30% e 65% de metal. Material adicional poderia incluir palha de aço, arame e cobre, entre outros.

Uma vez assentados sobre estes elementos, são ligados entre si por resina orgânica. A partir daqui, são moldados em formas pré-definidas e cozidos num forno, resultando numa maior durabilidade.

Essa robustez é um dos seus muitos benefícios. As almofadas semi-metálicas são resistentes ao calor e muito mais fáceis nos rotores do que o seu equivalente cerâmico. Elas, cerca de 60% de metal estão presentes - prestam-se a travagens pesadas num longo trecho de estrada ou pista.

As pastilhas de travão cerâmicas são constituídas por um material cerâmico durável, muitas vezes com fibras de cobre incluídas na mistura.

Embora não sejam tão boas na condução de calor como as semi-metálicas, mas são mais silenciosas, oferecem um desempenho consistente numa vasta gama de condições ambientais, são consideradas mais duráveis, e tendem a produzir menos pó (resíduo desgastado durante a travagem) do que outros tipos de pastilhas.

Materiais não metálicos - são feitos de uma combinação de vários materiais sintéticos ligados num composto, principalmente sob a forma de celulose, aramida, e vidro sinterizado. São suaves nos rotores, mas produzem uma quantidade razoável de pó, tendo assim um pouco de vida útil.

Imagem das pastilhas de travão traseiras de autopecasonline24.pt

SINTOMAS DE PASTILHAS DE TRAVÃO MÁS OU DEFEITUOSAS

Travões ruidosos - Este é o sintoma mais comum de pastilhas de travão más ou defeituosas. As pastilhas de travão têm tendência a acumular pó à medida que se desgastam. Demasiado pó e desgaste podem fazer com que as pastilhas de travão criem vibrações e ruído de berro quando o pedal do travão é pressionado ou solto. Estas pastilhas de travão criam tipos de ruídos de ranger porque se desgastam até às placas de suporte das pastilhas, que depois entram em contacto directo com o rotor, criando um som de metal sobre o metal raspado.

RESPOSTA TERRORADA - A falha das pastilhas de travão pode causar que as travagens respondam tarde. Se as pastilhas de travão tiverem sido excepcionalmente sobreaquecidas ou muito desgastadas, a sua capacidade de abrandar o veículo pode ficar paralisada como resultado. Uma resposta de travagem reduzida afectará todas as características de manuseamento e segurança do veículo, especialmente durante as situações em que se trata de travagens pesadas.

PEDAL DE VIBRAÇÃO - Outro sintoma importante da falha das pastilhas de travão é um pedal de travão vibratório. Pastilhas danificadas ou gastas podem provocar a vibração do pedal quando os travões são aplicados. Um pedal vibratório também pode ser uma indicação de um potencial problema com o rotor, uma vez que a vibração sentida no pedal é resultado do contacto entre o rotor e a pastilha do travão.

Mudar as pastilhas de travão para algo mais orientado para o desempenho pode ser uma modificação simples e barata para alinhar a potência de paragem do seu carro com a força motriz sob a capota. Mas com inúmeros factores como interacção do rotor, condutividade térmica e coeficiente de fricção utilizável, vale a pena fazer alguma pesquisa sobre a especificação exacta do composto que é utilizável para si. Os travões - tal como os pneus - são uma área que nunca deve ser negligenciada. Assim, quando finalmente decidir fazer aquela viagem épica na estrada ou seguir o seu carro pela primeira vez, certifique-se de que os seus amortecedores estão à altura do trabalho.

Partilhar nas redes sociais:
Partilhar no X
PUB
Capas Jornal de Abrantes
Jornal de Abrantes - fevereiro 2024
Jornal de Abrantes - fevereiro 2024
PUB