ESPECIAL COVID-19

PSP detém 11 alegados traficantes em Portalegre e apreende vários tipos de droga

2020-06-28

Onze pessoas, sete delas homens e quatro mulheres, foram hoje detidas pela PSP por crimes de tráfico de droga e posse de armas proibidas, no concelho de Portalegre, tendo os agentes apreendido MDMA, ecstasy, haxixe e liamba.

A operação, no âmbito da investigação de crimes de tráfico de estupefacientes, teve início às 07:00 de hoje e a sua realização foi divulgada ainda durante a manhã pelo Comando Distrital de Portalegre da Polícia de Segurança Pública (PSP), em comunicado.

Concluída a operação, fonte deste comando distrital da PSP revelou à Lusa, ao final da tarde, que foram detidas as 11 pessoas, com idades entre os 20 e os 55 anos.

“Os indivíduos, todos residentes no concelho de Portalegre, foram detidos por crimes de tráfico de droga e por posse de armas proibidas e vão ser presentes à autoridade judiciária na terça-feira, às 09:30”, adiantou a mesma fonte.

Nesta ação policial, foram ainda “identificados outros sete indivíduos, com idades semelhantes” às dos detidos, “e notificados para comparecerem perante a Comissão de Dissuasão da Toxicodependência de Portalegre, por se encontrarem numa situação de consumo” de droga, acrescentou.

A operação, que resulta de “uma investigação por tráfico de estupefacientes que se desenvolvia na Esquadra de Investigação Criminal do Comando de Portalegre, desde o final do ano passado”, envolveu a realização de “21 buscas domiciliárias e de seis a viaturas”, disse a mesma fonte.

“As diligências foram no concelho de Portalegre e uma delas teve lugar no concelho de Nisa”, precisou.

Por ainda estar em curso a contabilização do que foi apreendido, a PSP não dispõe de “dados finais, para já”, em termos quantitativos, mas a fonte contactada pela Lusa revelou que a apreensão inclui diversos tipos de droga.

“Temos MDMA, ecstasy, haxixe e liamba”, assim como “uma pistola transformada”, ou seja, “uma arma de classe A proibida”, e “munições de vários calibres e algumas armas brancas proibidas, como é o caso de soqueiras e uma faca de borboleta”.

Uma viatura ligeira de passageiros, três motociclos, diversos telemóveis, computadores e balanças e “outros objetos relacionados com a atividade do tráfico de estupefacientes” também constam da apreensão.

A operação mobilizou “mais de 60 polícias, afetos à Investigação Criminal e Ordem Pública do Comando de Portalegre, com reforço da Unidade Especial de Polícia e dos Comandos Distritais de Évora, Santarém, Castelo Branco e Guarda, bem como binómios cinotécnicos de deteção de estupefacientes”, resumiu a fonte da PSP.

Lusa

2020-06-28