ESPECIAL COVID-19

TAGUS deu a conhecer oportunidades de financiamento em Montalvo

2018-01-27

Sérgio Oliveira, presidente da Câmara Municipal, congratulou-se com a iniciativa da TAGUS

A Junta de Freguesia de Montalvo encheu, na quarta-feira, ao final da tarde, para receber uma ação da TAGUS de divulgação das oportunidades de financiamento no âmbito DLBC Rural, do PDR 2020

A Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior promoveu um conjunto de reuniões de trabalho com as comunidades locais que se realizaram nas freguesias de Bemposta e Carvalhal, no concelho de Abrantes, Alcaravela, no concelho de Sardoal e Santa Margarida da Coutada e Montalvo, já no concelho de Constância.

A última sessão, em Montalvo, contou com cerca de 20 participantes que ouviram as explicações de Conceição Pereira, técnica coordenadora da TAGUS e que deixaram questões sobre os diferentes tipos de apoio.

Conceição Pereira fez “um balanço muito positivo do trabalho que fizemos pelas freguesias de Abrantes, Constância e Sardoal.”.

“A TAGUS está muito contente com o envolvimento e a dedicação que os presidentes de Junta de Freguesia e dos próprios autarcas das Câmaras tiveram nestas iniciativas de promoção e divulgação destas linhas do DLBC. Correu muito bem, contámos sempre com salas cheias de pessoas interessadas, dinâmicas e de potenciais beneficiários”, sublinhou.

A técnica coordenadora considerou que “foi cumprido o objetivo de divulgação destas ações. E mais do que isso, recebemos também novas indicações para a construção do próximo quadro comunitário. Ouvimos novas candidaturas que nos vão dar novas orientações para que a próxima estratégia de desenvolvimento local tenha abrangência para outro tipo de candidaturas e beneficiários”.

Por último, a responsável disse que nas diferentes sessões surgiram sobretudo potenciais beneficiários para a área agrícola. “É a primeira vez que a TAGUS está a trabalhar com os agricultores e com os investimentos na agricultura, até 40 mil euros. A primeira ideia que tiro é que vão surgir investimentos na área agrícola. Penso que as pessoas estão mais sensíveis para esta área”, vincou.

Na sessão, Sérgio Oliveira, presidente da Câmara Municipal, congratulou-se com a iniciativa da TAGUS e alertou para a importância dos apoios disponíveis, considerando que os mesmos podem alavancar a economia local.

As medidas com avisos abertos são os Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola, a Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas, a Diversificação de Atividades na Exploração e a Promoção de Produtos de Qualidade Locais, no âmbito do Desenvolvimento Local de Base Comunitária Rural (DLBC Rural), do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR 2020) e cofinanciado pelo Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER).

Na mesma nota a TAGUS refere que estes concursos somam 810 mil euros para apoiar investimentos a implementar em Abrantes, Constância ou Sardoal. As operações abertas são para projetos até aos 40 mil euros, no caso dos pequenos investimentos agrícolas, 200 mil euros nas outras medidas e até 400 mil no caso de candidaturas apresentadas por parcerias de produtores, na operação promoção de produtos de qualidade. Os apoios financeiros são na ordem dos 50 por cento das despesas e não reembolsáveis.

Uma das novidades, neste concurso, é o facto de os agricultores não terem a obrigatoriedade de exercer a atividade há mais de um ano e o teto do volume de negócios, no ano anterior à candidatura, ter passado a ser os 100 mil euros, na operação, alerta a TAGUS.

2018-01-27