ESPECIAL COVID-19

Médio Tejo com surto de 15 infeções num lar do Entroncamento (C/ÁUDIO – ATUALIZADA)

2020-09-11

O Médio Tejo teve um registo esta sexta-feira de 16 casos positivos, 15 dos quais no Entroncamento e um em Torres Novas.

Os casos do Entroncamento são todos num lar de idosos onde ontem já tinham sido detetados dois infetados. De acordo com a coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo, Maria dos Anjos Esperança, quando uma idosa acamada teve teste positivo ao coronavírus de imediato tocaram as campainhas nas autoridades. A autoridade de Saúde do Entroncamento avançou de imediato para a testagem a todos os idosos e a todos funcionários do lar em causa. Alguns resultados chegaram esta sexta-feira e indicam 15 situações positivas entre os funcionários.

Esta é uma situação complicada que está já a ser acompanhada pelas autoridades do Entroncamento, desde a saúde, passando pela autarquia e pela Proteção Civil Municipal. E há a acrescentar o facto de ainda hoje terem sido feitosmais testes neste local.

É uma situação que estamos a acompanhar com todos os cuidados porque todos os funcionários estavam assintomáticos”, revelou Maria dos Anjos Esperança. Aliás, este é sempre, de acordo com os médicos um dos grandes problemas sentidos nestes surtos, quando há casos positivos em pessoas sem qualquer sintoma da doença.

É certo que, com este surto, as vigilâncias na cidade do Entroncamento vão disparar nos próximos dias quando for feito todo o trabalho de ligação de contactos destas pessoas.

Nestes casos, de acordo com a saúde pública, são criadas dias alas. Um com doentes e funcionários com COVID e outra, completamente separada, para doentes não-COVID. E há ainda a possibilidade de alguns dos idosos poderem ser transferidos para outras unidades ou até mesmo para uma enfermaria própria na Unidade Hospitalar de Abrantes do Centro Hospitalar do Médio Tejo.

Segundo a coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo avizinha-se um fim de semana de muito trabalho na cidade do Entroncamento.

Maria dos Anjos Esperança 

38 vigilâncias ativas em Abrantes

O Médio Tejo apresenta também esta sexta-feira um número elevando de vigilâncias ativas: 115.

Estas pessoas que devem ficar em confinamento são dos concelhos de Abrantes (389, Alcanena (7), Entroncamento (7), Mação (2), Ourém (18), Sardoal (1), Tomar (31), Torres Novas (12) e Vila Nova da Barquinha (1).

O concelho de Abrantes apresenta esta sexta-feira 38 vigilâncias ativas. São pessoas ligadas, de alguma forma ao lar de Alvega onde se registaram esta semana três casos positivos em outros tantos idosos. Estas pessoas que estão identificadas como em vigilância ativa estão obrigadas ao confinamento apesar de todos os testes terem sido negativos, com exceção dos três idosos que foram positivos.

Maria dos Anjos Esperança revelou que eram 18 residentes e se três estão doentes os restantes ficam logo em vigilância ativa.

A médica de saúde pública diz que a situação está a ser acompanhada ao pormenor tanto mais que na próxima segunda-feira algumas destas pessoas voltam a fazer testes para perceber se continuam negativos por forma a que possam ser aliviadas estas vigilâncias.

Num dia quem que o país voltou a ter quase 700 novos casos de novas infeções, Maria dos Anjos Esperança espera que as pessoas tenham a consciência de que é preciso continuarmos todos a ter as medidas de proteção que também todos conhecemos: etiqueta respiratória, uso de máscara e distanciamento social.

2020-09-11