ESPECIAL COVID-19

Covid-19: Hospital de Abrantes com dez profissionais infetados

2020-11-18

A unidade hospitalar de Abrantes, do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), tem dez profissionais de saúde confirmados com Covid-19. Cinco são funcionários do laboratório da unidade como a Antena Livre noticiou na quinta-feira da semana passada, dia 12 de novembro, e outros cinco detetados nesta segunda-feira, dia 16. Todos estes profissionais estão em isolamento domiciliário.

O CHMT "confirma a informação de cinco novos casos de infeção por SARS-Cov-2 em profissionais de saúde, que prestam a sua atividade na Unidade Hospitalar de Abrantes", informou, dando conta de que "há, assim, um total de 10 casos de profissionais infetados" naquela unidade hospitalar, "cinco detetados na passada semana, no Laboratório da Unidade Hospitalar de Abrantes, e estes últimos cinco que prestam a sua atividade também na Unidade Hospitalar de Abrantes, no Serviço de Medicina Interna".
De acordo com a resposta do CHMT às perguntas da Lusa "os indícios recolhidos apontam para que estas infeções terão acontecido em contexto comunitário, sendo estes profissionais residentes em concelhos cuja propagação do vírus se encontra em risco máximo".
Estes profissionais de saúde, acrescenta, "encontram-se em confinamento domiciliário e acompanhados pela autoridade de saúde", sendo que, "no seguimento da deteção destes casos decorreu a colheita para testagem de profissionais e utentes do serviço" em causa.
Em sequência dos casos detetados em Abrantes, o CHMT refere estar "a avaliar um conjunto de novas medidas" preventivas e que "podem passar, nomeadamente, pelo encerramento dos bares, como aconteceu na primeira fase da pandemia", uma medida justificada pelo CHMT pela "verificação de comportamentos desajustados das medidas de proteção individual face à situação pandémica" que o país atravessa.
O Centro Hospitalar do Médio Tejo, conclui, tem uma "política muito incisiva de testagem de doentes e profissionais, o que tem permitido a identificação precoce de eventuais surtos".
C/ Lusa

2020-11-18